Dia do Profissional de Enfermagem: Veja o que mudou na rotina da nossa equipe de enfermagem

No dia 12 de Maio comemora-se o dia do profissional de enfermagem. Nós do Residencial Santa Cruz somos imensamente gratos pelos cuidados e pela dedicação integral desses profissionais para com nossos residentes. Especialmente, nesses tempos de pandemia, contamos com a colaboração total da equipe e a atenção com os mínimos detalhes para que o vírus não se manifeste neste ambiente.

A rotina da instituição mudou de maneira considerável, todas essas mudanças trouxeram para nossa equipe a sensação de medo e insegurança perante a pandemia que vivenciamos mundialmente. A rotina não mudou apenas com uso dos EPIs diários, higienizações e trocas de roupas para iniciar os trabalhos dentro da instituição, mais sim na postura de atender nossos residentes, no ato de intensificar o cuidado clínico, no plano terapêutico e conforto aos familiares que estão distante dos entes queridos.

O enfermeiro gerontólogo e responsável técnico Diego Rodrigues relata uma série de alterações no atendimento aos residentes. “Aumentamos o contingente de uso de EPIs (máscaras, luvas e aventais descartáveis). Abrimos suítes no Residencial Santa Cruz para que nossos funcionários possam pernoitar aqui sem se expor ao risco do externo. Suspendemos a entrada de profissionais externos e familiares, minimizando o risco de contágio dentro da instituição”, expõe Diego ainda nos conta como as equipes de nutrição e higienização também tiveram suas rotinas alteradas para minimizar os riscos de contágio. “No Restaurante: todos os residentes que se serviam sozinhos foram orientados à escolherem as preparações à distância e os colaboradores do setor passaram a preparar seus pratos conforme a orientação realizada, evitando assim manipulação dos utensílios pelos clientes. Os arranjos das mesas (vasos com flores artificiais) foram retirados, a fim de facilitar a higienização dos móveis. As refeições dos clientes que se encontram em isolamento serão servidas nos quartos, e os copeiros deverão levar até o andar, entregar a bandeja devidamente identificada à enfermagem que entregará ao residente, no momento da devolução dessas louças o copeiro borrifará álcool 70% sobre os utensílios ainda no andar”, relata.

Para minimizar a saudade e a ansiedade trazida pelo isolamento e preservar a saúde psicológica dos residentes, nossa equipe de enfermagem produz fotos e realiza videochamadas entre familiares e idosos e encaminha, uma vez por semana, um e-mail com informações sobre o estado geral de todos os residentes aos familiares, além de documentar por e-mail as avaliações clinicas da equipe médica geriátrica e da equipe de enfermagem gerontológica buscando sempre transparência e uma melhor comunicação entre equipe e família.

Quando indagado sobre sua impressão perante essa situação que assola o mundo Diego desabafa. “Uma situação nova e delicada para todos nós. Deixamos de cuidar dos nossos para se dedicar fielmente a quem precisa de cuidado 24 horas por dia, e precisamos estar bem psicologicamente e fisicamente para manter o cuidado com a saúde de todos e inclusive com a nossa, pois estamos enfrentando algo que não temos o controle, mas acreditamos fielmente que isso um dia vai acabar”, explica.

O Residencial Santa Cruz, neste dia, deseja a todos os profissionais da saúde que estão à frente no combate ao COVID-19 no Brasil muita força, sabedoria, saúde e coragem para enfrentar esse desafio.

Texto| Mayara Nunes

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos
Dúvidas

O Residencial Santa Cruz foi projetado em cada detalhe para oferecer as melhores condições de vida às pessoas em diferentes estágios da fase idosa, entre em contato para mais informações e dúvidas.

Clique aqui!

× Como posso te ajudar?