Inclusão digital a terceira idade

Olhos atentos ao computador. Ouvidos ligados na playlist do youtube. Dedos velozes para visualizar as mensagens no whatsapp. Engana-se quem pensa que os idosos aceitaram a exclusão do mundo digital. Velha é a ideia de que eles não estão on-line. Aqui no Residencial Santa Cruz eles estão conectados.

A inclusão digital na terceira idade já está acontecendo, mas é preciso estimular, cada vez mais, os idosos a entrarem na rede. É natural que com a falta de intimidade com os aparelhos surjam muitas dúvidas, por isso é necessário ter paciência e bom humor para ajuda-los a ampliar a interação social com esse novo mundo que se apresenta.

Para Alexandre Nadalutti, gerente de tecnologia do Residencial Santa Cruz e idealizador do projeto “Conectados”, a ideia de propor uma oficina de inclusão digital para a terceira idade surgiu da necessidade de interação dos idosos. “A sala foi projetada com esse intuito e disponibiliza três estações de trabalho com telas grandes, fones de ouvido justamente para uso dos residentes. É um perfil de pessoas que não tem muita intimidade com a tecnologia, daí surgiu a ideia de se fazer essa oficina para que eles pudessem vir, se inteirar, criar interesse, esclarecer dúvidas”, conta o gerente de T.I

Alexandre divide sua atenção com a turma. Auxilia nas pesquisas do google maps, conecta o youtube com as músicas que eles gostam e se diverte com cada reação. “Um dos grandes pontos é que a idade traz uma série de limitações físicas, em termos até de deslocamento, então eles perdem contato com o mundo e a internet proporciona um atalho para isso. Tem a parte do uso das redes sociais, da comunicação por Skype para colocar em contato com parentes que estão distantes. Sendo assim, eles saem do status de idoso de pijama assistindo televisão e passam a ter mais interação social. E, além de ajudar na interação social, ajuda na interação entre eles, por que aqui acaba sendo um ponto de encontro e também auxilia na parte cognitiva que são novos aprendizados que eles não estão habituados”, explica.

Texto| Mayara Nunes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos
Dúvidas

O Residencial Santa Cruz foi projetado em cada detalhe para oferecer as melhores condições de vida às pessoas em diferentes estágios da fase idosa, entre em contato para mais informações e dúvidas.

Clique aqui!

× Como posso te ajudar?